Eu desejo a liberdade!

by - outubro 26, 2011

passaros2

Quando Clarice disse: "Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.", ela pensou em uma liberdade eterna, que fosse só dela. É o que eu imagino. E se for esse pensamento o dela, foi o meu. Não costumo gostar da dependência, sabe? Depender dos pais para comprar um sapato, bolsa, ou até um doce. É ruim pedir aos outros. Penso: "por que não tenho minha própria independência?".

Mas não falo só dessa dependência. Falo da dependência de continuar sentada nesse mesmo lugar e não poder sair daqui. Tipo "estou travada", sabe? Como se alguém me prendesse e eu realmente não pudesse mais sair. Tenho vontade de sair gritando pro mundo todo a minha felicidade. Mas ela não está aqui, só uma parte dela. Isso só acontece comigo?

Queria dizer pro garoto, que passa em frente da minha calçada todos os dias, que ele me transmite algo diferente. Mas eu não tenho essa liberdade. Como assim você não tem essa liberdade? Ele deveria estranhar, mas as coisas são um pouco assim diferentes. Seria muito estranho eu chegar para alguém que ainda não conheci e dizer o que seria essa coisa diferente. Ele mandaria eu sentar bem na minha calçada mesmo, era o mínimo que ele faria.

Estranha essa liberdade que tenho e não posso usá-la. Estranho.

Importante: Para quem gosta da Clarice (aliás, quem não gosta, né?), você pode encontrar os melhores preços para os livros dela.

You May Also Like

0 comentários