>Gravateando: Compromissofobia

by - novembro 09, 2011

>


Sou um dos seres mais contraditórios que existem. Amo cabelos curtos e lisos, no entanto o meu é enorme e ondulado. Detesto a cor rosa, porém as paredes do meu quarto são de um rosa bem forte. Amo pessoas em geral, mas morro de medo apenas em pensar em ter uma relação séria com alguém. É como naquele verso de Dead on time: "Fool, you got no reasons, but you got no compromise..."

Minha compromissofobia acaba com todos os meus relacionamentos. Sempre é a mesma história: o menino me conhece, me acha uma garota excêntrica e incrivelmente encantadora (não estou exagerando, é o que eles dizem), ficamos amigos, ele me pede em namoro, eventualmente eu aceito (ou não) e ele acaba me pedindo em casamento. Fim da história - eu termino na hora, me esquivo completamente.

Apesar de eu amar me relacionar com pessoas, é fato que eu temo por minha liberdade. Minha mente fica o tempo todo repetindo a mesma sentença: 'e se...'. 'E' e 'se' são palavras que não têm um sentido amplo quando separadas, mas quando juntas podem fazer uma revolução na vida de qualquer pessoa. Então, me pergunto: será que me afasto porque nunca gostei de verdade ou me afasto pelo simples medo de ter compromissos?

O fato é que acredito piamente no destino e em minha muito fértil mente tento me consolar dizendo que um dia aparecerá alguém certo para mim, que seja tão louco quanto eu, tão cheio de liberdade e êxtase emocional e paixão pela alma quanto eu - e que também terá medo de compromissos - e então não teremos grandes conflitos porque nenhum de nós irá falar sobre grandes passos, como casamento, mas apenas viveremos a alegria de estar juntos em harmonia, sem pensar no amanhã.

Coração vazio, vagas abertas. Alguém se habilita a encarar esse desafio?
(Mia Sodré gostaria que alguém a amasse através das coisas que ela escreve.)

Quer saber quem escreveu esse texto?
Mia Sodré é um garota de 17 anos, gaúcha e é apaixonada por coisas retrô, vintage. Diz ser transparente como um cristal e, ao mesmo tempo, nublada como um céu de inverno. Seu blog é bastante conhecido por aí, quem aí já ouviu falar dela?

Lá no Wink ela escreve tudo o que pensa e o que sente. Além disso, dá dicas de filmes, músicas e tudo o que você pensar. Ainda não conhece o blog dela? O que está fazendo aí parado? Vai lá conferir as novidades que tem por lá.

Você também quer participar do Gravateando? É muito fácil: basta você entrar em contato com a gente, enviando o seu texto, o link do seu blog, uma imagem (referente ao texto, se preferir), e redes sociais onde você se encontra, se você os possuir, é claro.

You May Also Like

1 comentários