O amor é uma farsa!

by - janeiro 25, 2012



Você deve estar se perguntando "como assim não existe?".  A questão é que no amor não há regras e nem frescuras. No amor ninguém mente. Quem ama não faz o outro sofrer. Quem ama não inventa. Quem ama não foge. Quem ama, demonstra, não fala. O amor é passivo de coisas boas. Mas já ouvi muita gente falar no amor, sem que nunca tenha experimentado. O amor é lindo, não procura por belezas físicas. O amor é cheio de sentimentos bons. Quem ama, vive profundamente feliz, certo?

Tem gente confundindo amor com paixão. Eu acredito que há apenas um tipo de amor, aquele mesmo que é verdadeiro. Aquele que briga com você, quando é necessário para aprender. Aquele que chama a sua atenção a todo tempo. Aquele que te faz bem e que te quer bem. Esse amor que faz de tudo pra cuidar da gente, mesmo se tornando uma pessoa chata. Esse amor se faz, porque é verdadeiro, mas é único. Aquele amor que vive chamando seu nome trezentas vezes só pra te chatear, mas ele está ali, afinal, ele é um amor vivo.

Um amor que nenhum outro vai conseguir se colocar no lugar. O único amor que vai te proteger, quando você se sentir pra baixo. Que vai fazer sorrir, quando você quiser chorar. Que não vai sair do seu pé, enquanto você não levantar para ir a escola. Que vai gritar seu nome, porque você derramou leite na mesa. Que vai mandar você procurar sua caneta que estava debaixo da cama. Que vai mandar você arrumar seu quarto e parar de ser desorganizado. Que vai ser gentil, quando for necessário. Que vai mandar você aprender a fazer comida. Desculpa, mas eu só conheço um amor verdadeiro: o de família.

Eu sempre valorizei muito a minha família, isso é questão de distância. Eu gostei de passar a minha vida longe deles. E é por isso que valorizo bastante. Mas sentir saudade não fará com que a gente fique mais perto deles. Mas você pode ter certeza que quando você mais precisar, eles vão estar perto de você. Eles vão te proteger, te colocar no colo e dizer que vai ficar tudo bem. Eles vão te perguntar porque você está tão calado. Você vai dizer que não tem nada, mas eles percebem que você tem. Eles realmente se preocupam como você está. Porque aí sim é um amor verdadeiro. E eles não vão te pedir nada em troca.

Desculpa, mas não valorizo amigos e vou deixar bem claro o motivo. Primeiro, amigos são amigos, eles não moram contigo, eles vão esquecer do seu aniversário, eles não vão advinhar quando você está se sentindo mal, eles não vão fazer questão de pagar seu hospital, quando você estiver doente. Amigos verdadeiros existem sim, mas são poucos. Conto nos dedos o número de pessoas em quem eu posso confiar. E nunca fiz questão de ter muitos amigos, até porque quantidade não significa, necessariamente, qualidade. Isso não quer dizer que eu não ame meus amigos, eu os amo sim, mas não como a minha família.

Outra relação falsa é a de que existe o amor entre um casal. É óbvio que não existe. O amor não faz ninguém sofrer, pelo contrário, o amor é bondoso. E cheio de sentimentos bons, como eu já disse. Até hoje nunca experimentei uma paixão, mas amar, amar mesmo de verdade, eu não acredito. Homens não querem aceitar nossos gestos de carinho e se fazem de durões, daí a gente sofre com isso, afinal sentimentalizamos quase tudo. E eu não vou me adpatar a jeito nenhum de ninguém, porque eu sou assim e ninguém me fará uma pessoa diferente.

Já tentei ir a um show de uma banda que eu não curtia por causa de um garoto. Já tentei me arrumar, quando era o que eu menos queria. Já fui criticada, quando o que eu queria era ficar calada. Já tentei fazer um personagem só pra ver se aquele outro ficaria a fim de mim. Já tentei fazer uma coisa pra testar se o garoto era a fim de mim. Já chorei milhares de vezes, porque vários não me quiseram.

Mas só pra lembrar: quem realmente merece o meu carinho, com certeza, vai se por no meu lugar e vai aceitar meus defeitos. Não vai me ignorar, quando eu estiver falando (ou escrevendo). Vai me ligar só pra dizer que sente minha falta, vai mandar mensagem quando estiver preocupado comigo. Vai me convidar pra sair, quando eu estiver me sentindo sozinha. Vai fazer eu sorrir, quando eu estiver triste e abatida. O cara certo vai chegar na hora certa e pode ter certeza de que não vou deixar algumas pessoas passarem na minha.

Eu sei que um dia tudo isso vai acabar, porque sentimentos são mutáveis. Do mesmo jeito que você é importante pra mim hoje, não será mais amanhã. E disso você pode ter certeza. Quantas pessoas se passaram na minha vida e eu repeti para mim mesma que eu sairia daquele buraco? E foi realmente isso, eu sai de vários buracos. Mas lembre-se de que eu me levanto de todas as quedas, me recupero. E um dia você vai me procurar e dizer que sente minha falta, assim como vai dizer se sentir arrependido. Aí vai ser tarde demais, porque eu não caio duas vezes no mesmo buraco. Acorda pra vida, antes que eu tenha encontrado o cara certo. Ou melhor, fique ai mesmo no seu lugar e nunca mais pronuncie meu nome. Obrigada, falso amor.

You May Also Like

2 comentários

  1. Exatamente, Karine! A melhor moda é aquela que faz a sua cabeça :D Que bom que gostou *-*
    Obrigada pela visita, volte sempre :DDD

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto. Você escreve super bem. Bjs =)

    http://dreamsofagirl-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir