Ame as mudanças!

by - setembro 27, 2012



Mudanças. Frio, calor, temperatura boa. Tristeza, alegria e solidão. Viajar, conhecer novas pessoas, novas culturas e vivenciar as diferenças.

Eu amo mudanças!

Minha vida sempre foi mudar de cidades. Conheci várias cidades de vários estados. E como tudo é tão diferente! Eu me acostumei com tudo isso e já não sei mais morar em um lugar por mais de quatro anos, nem continuar a ver os mesmos rostos de sempre. Porque sempre acho que é necessário mudar.

E acreditem: eu amo muito isso! Eu fico pensando também o quanto minha vida mudou em apenas dois anos. Ou melhor: como minha vida muda muito rápido. Há um tempo atrás, eu estava indecisa. E hoje me sinto confortável e decidida, porque mesmo com algumas coisas boas acontecendo, eu ainda não me sinto satisfeita. Você deveria pensar assim também.

As pessoas reclamam e choramingam pelos cantos da casa a dor de uma paixão que foi embora. E eu te pergunto: do que você tem medo? De continuar a lidar com toda essa situação? Você deveria ter medo de continuar assim, tudo do mesmo jeito. Sem conhecer novas pessoas e abrir sua vida pra novas paixões. Medo de se trancar no próprio mundo.

Não sei se isso acontece com alguns de vocês, mas costumo mudar muito rápido. Em um dia eu posso ter várias emoções: acordar sorrindo, levantar depressiva e dormir dando gaitadas.

Tem um trecho de um texto que eu gosto bastante, que diz mais ou menos assim: Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos - não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Aceite o que é novo!

As pessoas não deveriam ter medo dos fins, deveriam mesmo ficar felizes com o início de uma nova etapa. Se algo terminou, é porque aquela era a hora. Você não deve se lamentar pelo que terminou, porque é uma verdadeira perda de tempo. Mesmo que seja o fim de algo que você programava ser eterno. Não diga adeus ao que esteja te deixando, dê boas-vindas ao que vem por aí.

Converse com alguém diferente hoje. Puxe assunto!

Aprenda a amar as mudanças.

O que você fez de diferente nos últimos meses? Conheceu alguém? Fez uma viagem longa?

You May Also Like

0 comentários