Sem ar

by - setembro 21, 2012





Pare de escrever. Eu poderia, se minha vida não tivesse começado de trás pra frente. Pouca gente vai entender isso e, na verdade, não preciso que entenda. Só basta saber que aquilo que eu sou e o que eu fiz só diz respeito a mim. Ninguém pode apontar o dedo pra mim e dizer que eu não fiz nada de diferente. Chato isso, né?

Por causa de um imbecil, vim parar aqui, onde eu estou. Foi a dor mais necessária que eu já tive em toda a minha vida. Eu queria mesmo contar como foi que tudo aconteceu, mas, sinceramente, essa foi uma parte da minha história que não consegui jogar fora por completo. Porque é por causa disso que eu permaneço firme e forte na minha decisão. Nunca pensei que uma dor me fizesse me sentir assim: mais forte.

Sem ar. Durante meses fiquei assim. Parece ridículo, mas foi o sentimento que fez sentir que tudo pode dar certo, mesmo quando tudo deu errado. Minha vida começou de trás pra frente. Deu tudo errado. Não falo de desilusões amorosas. É algo bem profundo, que carregou tudo o que restava em mim. Se restou alguma coisa depois disso? É isso que tento descobrir todos os dias.

Caras idiotas que se danem. Hoje eu poderia dizer que sou a pessoa mais feliz do mundo por carregar um dom que muitos elogiam e me faz sentir como nunca pensei que algum dia eu me sentiria. E as dores viraram passado. Não interessa. Todo mundo tem seus motivos pra escrever. E eu tenho os meus.

Mas, por favor, não diga o que eu tenho que fazer, porque eu sei.

Acredite: eu sei.

E sei onde eu quero chegar.

You May Also Like

1 comentários