Como conviver com o medo?

by - outubro 26, 2012



Dentro de nós construímos um universo de sentimentos. Alguns podemos dominar, outros a gente tenta e, por fim, tem aqueles que a gente não consegue. E o medo é um deles. Sempre vai ter algo que nos vai dar medo. Aquele que possa acabar com nossa auto-confiança.

Não é pra tanto, já que sempre tem algo pra confirmar o medo que já existe dentro da gente. E tudo parece ser tão perigoso. Ou até parece que pode dar tudo errado, porque, novamente, o medo impede que façamos coisas interessantes em nossas vidas. Medo de errar? Pra quê?

É por isso que preciso acabar - ou reduzir ao máximo - esse sentimento que existe dentro de mim. E aproveito pra ajudar quem também precisa administrar isso em si mesmo. Então, por isso, acho interessante comentar aqui que o mais importante é conversar consigo e fazer perguntas pra saber os motivos que levam a acontecer isso.

Para combater temos duas soluções: ou nos escondemos o tempo inteiro, o que vai acabar formando uma massa onde irá unir outras coisas chatas (o que considero a pior), ou enfrentar logo de uma vez. Sério, acho que pra acabar com qualquer situação ruim em nossas vidas, temos que fazer tudo logo hoje. Nos acomodamos e deixamos tudo para amanhã.

O medo é uma daquelas coisas a ser enfrentadas no hoje. Ok, mas isso não é pra toda situação, porque, na verdade, em algumas situações o medo é visto como uma reação de proteção e autopreservação, como o que acontece nos assaltos. Você não reage porque sabe que aquilo é o melhor a fazer e o medo realmente impede que isso te aconteça.

É importante que você saiba que apesar de, algumas vezes, o medo ser algo irracional, nós podemos controlá-lo em algumas situações. Se, por exemplo, você colocou na sua cabeça que algo não vai dar certo pelo simples fato de que, anteriormente, não deu certo, isso vai gerar uma série de pensamentos negativistas. E aí, o resultado é que só por ter pensado dessa maneira, acabou não dando certo mesmo. Mas isso foi só o que o seu medo acabou causando.

Isso acontece porque nossa mente não sabe distinguir o que é presente do passado e, portanto, se você fixa algo negativo na sua mente, o medo acaba impedindo que você torne a fazê-lo pelo simples motivo de achar que isso possa vir acontecer novamente. Eu sei o quanto é complicado deixar algumas situações que aconteceram no passado, mas é preciso repensar um pouco mais essa ideia.

O medo é ainda capaz de atingir a nossa auto-estima e o amor-próprio, além da auto-confiança (como eu disse). A verdade é que tudo gira em torno do "não conseguir". Porque as pessoas temem que algo pode não dar certo e é aí que é o nosso erro. O primeiro passo para enfrentar o medo é afirmar pra si mesmo que você irá conseguir combatê-lo. Difícil? Talvez, mas isso tudo tem que vir dentro de você.

Se alguém diz que as coisas podem não dar certo, essa pessoa é que anda com auto-estima baixa e se diz incapaz de conseguir. Mas não se deixe levar pelo que os outros dizem. O medo é só mais uma daquelas sensações que devemos enfrentar logo de uma vez e esquecer que o já passou, passou.

Lembre-se: não é porque não deu certo no passado, que algo pode não dar certo no futuro! Alimente-se com sentimentos bons e esqueça os ruins, inclusive o medo. Se não der pra esquecer, controle!

Que situações de medo você já enfrentou? O que aconteceu no passado que você teme pro seu hoje? Como você conseguiu controlar seus medos?

You May Also Like

0 comentários