O mal das mensagens

by - outubro 09, 2012



Em vez de me libertar, me aprisiono.

Lembro de quando eu era mais nova, eu não conseguia me controlar, era bem exagerada. E enquanto eu não dei de cara com uma topada daquelas, eu continuava a mandar sms a todo instante. E, é claro, eu era escrava daquela paixão. Quanto mais eu conversava, mais eu queria conversar, parecia uma espécie de prisão desejada, o que é ainda pior.

Sério, gente. Odeio me sentir assim. E quase sempre me meto nessas. Pareço criança querendo um brinquedo impossível naquele instante. E o pior é que quanto mais difícil, mais você deseja. Isso também está nas coisas que me fazem mal, mas que fazem desejar. E depois de tanto tempo, aprendi a me controlar.

Se antes a pessoa demorava pra me responder, eu acabava enviando outra sms. Uma por cima da outra. E eu enchia a pessoa. Ok, mas a gente aprende. Aprende que sufocar alguém é horrível, porque eu já me senti assim, completamente sufocada. E é uma sensação de querer, mas com vontade de desistir, porque já não se aguenta mais.

Cheguei a uma conclusão: mensagens de celular é que nem drogas, porque vicia. E mesmo depois de ter passado tanto tempo e mudado de pessoas, continuo a mesma viciada, só que agora com controle. Sei me controlar quando a pessoa não me procura ou quando demora a responder. Mas que essa droga acaba me fazendo mal, como das outras vezes.

Eu sempre tento fugir, mas é mais forte que eu. Ok, tentei fugir três vezes. Resultado? Além de sentir falta, continuo na mesma. Algumas vezes não podemos controlar nossos sentimentos. Sempre digo pra deixar a razão um pouco de lado, mas, sinceramente, não sei.

Ah, e outra coisa que aprendi: se a pessoa demora a te responder, é porque ela quer ter seu espaço. Então, pare de neuroses e ficar pensando o tempo inteiro bobagens. Ocupamos nossa mente com coisas ruins a respeito da demora das mensagens e acabamos nos tornando ainda mais escravos e mal por conta disso. Isso é falta de controle emocional. Então, que tal parar de pensar besteira e ocupar sua mente com outras coisas?

O meu sonho é poder viajar pra um lugar onde eu não conheça ninguém, andar com a câmera na mão e fotografar o mundo e escrever tudo o que eu penso, mas, sinceramente, já não cabe dentro de mim tanta confusão. Continuo odiando essa maneira dependente que recriei (sim, porque o vício voltou) com relação a sms. Por favor, se tiver alguém aí com alguma fórmula para libertar da dependência das sms, me avise.

Sério, mas me avise mesmo.

You May Also Like

0 comentários