A importância do que você fala

by - dezembro 09, 2012

0sol-garota

Tudo o que as palavras constroem requer cuidado. Sim, muito cuidado. Sei lá, mas essa semana me fez pensar que o que eu costumo fazer é não perceber o que eu falo na hora. Sou daquelas que faz e só depois pensa. É como se eu vivesse o futuro e esquecesse do que acontece no momento e aí eu falo. Mesmo sem pensar. E penso depois "que droga, não deveria ter dito isso".

Mais aí já é tarde. E dessa vez eu acabei esquecendo do principal: pedir desculpas. Mas como eu li uma vez por aí: pedir desculpas se tornou fácil depois que inventaram essa palavra. E esse é o problema nesse caso. Porque os erros acabam se tornando frequentes. Eu quero mesmo controlar meus erros e não errar mais assim. Por conta dos meus descuidos.

Por isso prestarei mais atenção no hoje, no momento. Ok, o futuro - como eu mesmo costumo dizer - é incrível, mas tirar a minha atenção dessa forma não rola. Sei que as palavras machucam (e como!). Enfim, as palavras ruins permanecem, por mais que alguém tenha aceitado aquele velho pedido de desculpas. Ou sei lá.

Aconteceu comigo de um amigo meu tentar tirar uma brincadeira comigo - muito idiota, por sinal - e estávamos em um momento de descontração, todos sorrindo e, claro, ele estava na maior felicidade, acho que entusiasmado até demais quando, sem perceber, eu acho, ele falou do que os homens gostavam. E, claro, no caso, eu não fazia parte do grupo de homens pelo qual ele citou. Agora imagina aí: o cara que você tanto admirava falar isso pra você. Não foi fácil. Ele não percebeu porque eu soube disfarçar muito bem a tristeza que passava dentro de mim.

Independente de qual o objetivo dele com isso, ele conseguiu tirar a minha alegria. E depois disso me tornei duvidosa do meu próprio corpo, coisa que nunca tinha acontecido comigo antes. Estou falando isso aqui, porque, muitas vezes, magoamos as pessoas que mais admiramos, mesmo sem perceber, até porque estávamos em um momento de sorrisos. Enfim, claro que eu nunca demonstrei isso pra ele. Mas qualquer coisa que ele faça hoje, não irá alterar a minha tristeza daquele dia.

Outra coisa muito importante: muitas vezes preferimos falar ao invés de sentir. Sentir é o segredo da vida. E é uma pena que muitas pessoas não percebam esse detalhe. Ou, talvez, perceba tarde demais. Ao se envolver com alguém vão logo dizendo "eu te amo", "saudades" e mal sabe que gostar de estar com alguém é cuidar desse alguém e fazer se sentir bem. Isso aí vocês já devem estar acostumados a ler, mas, mesmo assim, fazem questão de continuar sendo os mesmos.

Tudo o que eu queria falar posso descrever em poucas palavras: pense antes de falar. E sinta ao invés de falar. Sentir vai além. As palavras desanimam. O suspiro alivia a alma, o abraço acalma... Viva.

Onde me encontrar: Canal no Youtube (dicas pra blogs) | Bloglovin | Perfil no facebook | Página no facebook | Twitter | Grupo do blog | Google +

leia todos os posts da karine clessia

You May Also Like

0 comentários