Totalmente diferentes

by - dezembro 29, 2012

casal-deitado-na-grama

Josh era um daqueles caras que ama balada e bebida. E como a cidade era pequena, então todos já o conheciam e sabiam como ele era. Exatamente assim: altamente farrista, se embriagava de vez em quando e não se preocupava muito com que as mulheres falavam a seu respeito. Era o tipo de homem que ficava com todas. Mas ele não se importava com isso, afinal ele prezava pela diversão.

Já Lilly era caseira, adorava assistir filmes em casa, ler romances e escrever. Ela tinha um jeito meigo e doce. Adorava também conversar com as amigas - que também eram bastante caseiras - sobre diversos assuntos. E geralmente as conversas eram sobre seus personagens favoritos dos livros. Lilly também amava dança. E esse era outro passatempo favorito dela. Ela se resumia em apenas uma palavra: arte. Tudo que envolvia a arte ela se encantava, se apaixonava.

Pelo visto fica fácil dizer que o amor de Josh e Lilly seria quase impossível, afinal o cara saía pra caramba e ela passava um tempão dentro de casa. Mas não foi bem isso que aconteceu. Em uma semana, uma amiga dela, a Lauren, que era uma garota bem popular na sua cidade, fez uma festa de aniversário e convidou quase todo mundo do lugar, inclusive Josh e Lilly. Mas os dois ainda não se conheciam.

No dia da festa, depois de muita insistência das amigas, Lilly resolveu ir. E colocou o seu vestido mais lindo: aquele azul floral. E como ela adorava os cachos no cabelo, resolveu apostar no babyliss. Um dia antes, ela havia brigado com seu namorado por alguns motivos bobos. Mas foi ao aniversário sem nenhum receio. E ele estava noivo há alguns meses. Mas no dia da festa, a sua noiva teve que viajar.

Chegando a festa, Josh estava incrível com aquela camisa xadrez. Encontrou com seus amigos de farra e logo tornou a conversar. E haja papo! E Lilly chegou a festa um pouco apressada, já que Lauren havia ligado pra ela e pedido uma ajudinha para ver se o look tinha ficado legal. Lilly subiu as escadas correndo sem ninguém perceber e foi ao quarto onde estava sua amiga. E foi rápida, já Lauren estava linda! Então resolver aproveitar a festa.

Ao descer das escadas, Josh a notou ao longe. Ele começou a sentir umas sensações diferentes e, claro, se sentiu estranho por isso. Afinal, o cara não sabia o que era sentir algo por alguém. Mas com Lilly foi diferente. E foi aí que ele resolveu ir atrás dela. Logo os amigos de farra notaram que haviam algo de estranho com seu amigo. O que poderia ter acontecido com aquele cara que nada tinha a ver com sentimentos?

Na verdade, algumas mulheres se destacam - na verdade, poucas -  por simplesmente ser diferente de todas as outras. E quando Josh a viu, sabia que aquela mulher era a que ele queria para casar. Incrível como apenas uma pessoa pode mudar a cabeça de um homem. Não foi só uma pessoa, na verdade, foi o sentimento que ele sentiu por ela, mesmo sem nunca tê-la visto antes.

Ele amava futebol e ela ballet; ele gostava de sair com os amigos, ela assistir a filmes em casa. Eram totalmente diferentes, mas por algum motivo, eles se apaixonaram. O motivo? Não precisa. Apesar de não acreditar que  os opostos se atraem, ainda acredito que o amor pode fazer dessas coisas. Tornarmos aquele sentimento diferente por causa de alguém.

Esse conto foi baseado na história criada por Marcial Salaverry. Contudo é baseado em fatos reais. Foi alterado em algumas partes. O conto original faz acreditar que possa existir o resgate de vidas passadas. Amores da vida passada que não tiveram êxito, agora tiveram um novo encontro para encontrarem seu final feliz. Se eu acredito nisso? Prefiro viver e esquecer que algo está escrito. 

Mas e você? Acredita que possa existir amor entre pessoas totalmente diferentes?

post-feito-karine-clessia

You May Also Like

0 comentários