Conselho de amiga: Não sei se me declaro

by - janeiro 04, 2013

menina-escrever-blog-notebook-deitada-cama Hoje quem me trouxe uma história bem bacana foi a Giovanna, que eu adorei! Bom vou contar aqui um pouco da minha história. Tudo começou quando eu mudei de escola. Eu, como sempre, muito tímida não falei com muita gente no primeiro dia, só com aquele garoto de óculos 2 anos mais velho. Ele parecia ter muitos amigos e veio falar comigo. Sempre muito simpático ele falava com a escola toda. Bom não digo que foi amor a primeira vista, mas foi quase. Bem, eu estava fazendo um trabalho com uma ''amiga'' no final da aula e ele veio nos ajudar. Veio ler, ver se o trabalho estava bom. Foi nesse dia que comecei a gostar dele. Essa ''amiga'' minha hoje é colega, na época, eu achava ela um exemplo, minha melhor amiga. O problema é que ela também gostava desse garoto, mas não tanto como eu, esse não foi o problema pois ela arrumou um namorado e não gostava mais dele, só que ela sempre fazia eu ser a sombra dela. Estava sempre atrás dela e acho que isso acabou me escondendo de alguma forma. Eu sempre escondida por esta amiga não tinha tanta amizade com o garoto que eu gostava, só nos encontrava no intervalo e na saída, nós sempre brincando de nos chamar de ''idiota'' ou ''chata'' coisas assim. Nos adicionamos no MSN e no twitter (ele não tinha facebook). Eu sempre puxei assunto falando um ''oi'' e ele, bem educado, sempre respondeu, só que como eu seguia essa amiga minha, então ela meio que mandava eu fazer as coisas, assim eu e ele não tínhamos nada mais nada menos do que uma conversa de elevador. Ele criou um Facebook e me adicionou. Antes ele não falava muito comigo na escola, agora me abraça, me dá beijo no rosto para cumprimentar... Em 2012 começamos a conversar, eu sempre puxando assunto e como fiz novas amizades (que me apoiam muito) estou mais ''livre''. Esses meses ele começou a falar mais comigo, começamos a ter conversas longas, ter risadas. Ele começou a ter assunto comigo só que nunca me chamou, era sempre eu. No Natal aconteceu um fato meio histórico: ele me deu feliz Natal (um feliz natal grandinho) sem eu ter dito nada, nem preciso dizer que fez meu Natal melhor. Eu disse a ele para que aquele espirito natalino nunca fosse embora e que ele me chamasse sempre. Conversamos, conversamos... A conversa acabou nessa Quarta-feira. Ele não me chamou, eu não o chamei (para não dar uma de chata e para ver se ele me chama). Eu estou realmente feliz por ele se abrir mais comigo, falar mais, me chamar... Só que o problema é que eu realmente gosto dele a cada dia mais e nem posso dizer que o amor não é correspondido pois não sei. Nem tenho coragem de falar que gosto dele, tenho medo que ele nunca mais fale comigo ou fique com vergonha... Eu vou mudar de escola e ele disse que irá me visitar na nova escola (espero) e não quero deixar de falar com ele nunca. Quando não estou falando com ele parece que falta algo. Não sei se ele me vê como amiga (eu tenho 13 anos e ele 16 :s) acho que fala comigo mais por educação. Esse é um resuminho bem resumido de tudo, mas acho que dá para entender um pouco. Beijos! Primeiramente, Giovanna, amei sua história, é típico de filme sabe?  O fato dos dois serem tímidos dificulta muito, isso é normal, se não me engano já respondi aqui uma leitora tímida que gostava de um garoto tímido também, mas isso vai acabando com o passar do tempo na minha opinião, porque vocês já deram muitos passos importantes, portanto não fique aflita, deixe acontecer tudo naturalmente e invista realmente nele. Se não tem certeza se ele gosta de você, faça o gostar, se arrume pra ele, sorria mais para ele, enfim faça que ele preste mais atenção em você e repare nos seus detalhes! Se ele te abraça, abrace-o também, mas sabe aquele abraço maravilhoso que a gente dá em quem a gente realmente gosta, e quando a gente recebe um desses dá aquela sensação de conforto? Então, tente dar um desse nele! Quem sabe ele não sente essa sensação boa também!? Uma outra ideia que eu te dou, é sim, chamar ele no facebook, sem medo! Ele não vai te morder não é? Virtualmente não pode. E ele não vai te achar chata, por que então ele te beijaria no rosto e te abraçaria? E mais uma diquinha: agora no verão é ótimo, que tal chamar ele pra sair? Sabe quando a gente vai à praia? Chama ele e marca de se encontrar em algum quiosque e tal, pra vocês conversarem e quem sabe né? Enfim, deixe acontecer tudo naturalmente, não fique com vergonha. E quando achar que está na hora certa, conte a ele, com bastante calma, ok? Te desejo muita sorte Giovanna :D E aí meninas o que acharam? Caso tenham um problema amoroso ou qualquer coisa do tipo é só mandar pro meu e-mail blogbiancamarchezi@hotmail.com que eu irei te ajudar. Caso quiser, coloco anônimo aqui, ou se preferir, só te ajudo por e-mail quando o caso for mais complexo e de sua decisão sabe… Mas venhamos que precisamos de histórias assim pro blog né? Beiijos :D

post-feito-pela-Bianca

You May Also Like

0 comentários