Desatando laços

by - fevereiro 23, 2013

laço-no-cabelo Cai fora daqui. Esses nós estão sendo sinceros comigo. Uma questão de tempo e tudo voltará a ser como era antes: eu aqui e sabe-se lá onde estarão os outros. Dizem que o tempo faz coisas. Eu queria poder lê-lo, mas, sinceramente, isso está fora de cogitação. Depois de ter ouvido que a minha vida estudantil estaria tudo ok, agora sei que posso seguir sem destino. Aprendi que ir sem destino é mesmo sair caminhando e apenas seguindo sem nem ao menos se ligar que o mundo lá fora existe. Eu não estaria me importando com os detalhes. Se fosse pra me prender a laços, eu me prenderia, mas sempre soube que seria meio arriscado. Aliás, tudo na vida é arriscar-se. E vi que arriscar me fez uma pessoa mais autoconfiante. Porque se naqueles instantes algo não desse certo, eu saberia consertá-los. E não perderia a autoconfiança. Mas que se dane mesmo. O que tenho pra dizer aqui não são mais palavras, mas de fato não terei medo de enfrentar meus medos. E não sei se já disse, se for pra viver de laços, eu o farei. Texto feito no dia 12.12.12 post-feito-karine-clessia

You May Also Like

0 comentários