O que é importante na escolha de uma câmera?

by - fevereiro 16, 2013

máscara-fotografia-nikon-d3100 Esse feriadão meus parentes vieram pra cá. E meu tio (depois de ter visto que eu tinha comprado uma câmera e viajado com ela ano passado pra Fortaleza) resolveu comprar uma profissional de invejar. E, claro, quando ele esteve por aqui, aproveitei pra pegar na câmera pra fotografar. Como fiquei impressionada com a diferença da qualidade entre a câmera dele (Nikon D3100 por R$1599 no Groupon) e a minha (Fujifilm Finepix S2980HD). Veja aqui outros modelos no Groupon. Eu sempre fiquei me perguntando porque era tão difícil conseguir deixar o fundo desfocado (ou qualquer desfoque no manual). Até quando eu mexi, o meu modelo não apresentou nada de diferente, a não ser o super macro (função em que você tem que deixar a lente da câmera super perto do objeto), o que torna muito mais complicado conseguir um efeito legal. Claro que eu não deixei de lado isso. Fiquei tentando de várias formas até conseguir. Não é a mesma coisa e gerou até decepção por eu não ter esperado juntar um pouquinho mais pra comprar uma câmera melhor. Até porque a qualidade do áudio do vídeo também não é muito boa... tem muito ruído. E eu não entendi porque, afinal eu fazia de tudo pra não deixar que o microfone embutido da câmera não alcançasse o barulho do ambiente. Mas não deu certo. Resultado: estou querendo investir em outra. Olha só as fotos que fiz na Nikon D3100 (com a lente 18-55 mm). fujifilm-finepix-s2980-mascara-bolsa-cama-nikon-d3100 fujifilm-finepix-s2980-mascara-bolsa-cama-nikon-d3100-2 fujifilm-finepix-s2980-mascara-bolsa-cama-nikon-d3100-4 máscara-fofa-fotografada-pela-nikon-d3100 Consegui várias formas de desfoque. Imagina aí que felicidade! Foi aí que meu amor pela fotografia aumentou mais ainda. Nada melhor que conseguir uns efeitos legais com o modo manual. Sem precisar de alguém me ensinar pra fazer esses efeitos. Claro que as fotos não ficaram melhores porque foram as primeiras (e praticamente as únicas) que tirei. Enfim, não vou enrolar mais pra falar o que é necessário pra obter uma câmera boa de verdade! SENSOR CMOS Hoje eu descobri a diferença entre os sensores. São dois tipos de sensores: CMOS e o CCD. O CCD funciona bem em ambientes escuros, contudo, ao ir para um ambiente extremamente claro ele sofre uma dificuldade. Sem contar que gasta muito mais bateria. Já o sensor CMOS gasta menos bateria e é muito mais barato com relação ao CCD. Mas a nitidez final não é tão boa nos ambientes com pouca luz como a do CCD. Mas, no final das contas, o sensor CMOS é a mais usada nas câmeras profissional. E uma dica aí pra quem vai investir em um modelo melhor: quanto maior o sensor, melhor a nitidez da imagem. SENSIBILIDADE ISO Essa escala é muito usada de acordo com cada ambiente. Quando experimentei pela primeira vez a diferença entre o ISO 64 e o ISO 1000, por exemplo, vi muita diferença. O ISO indica a sensibilidade da luz na foto. Quanto maior o ISO, mais clara a foto e com menor qualidade. Esses dias estava reparando na qualidade das fotos da minha própria câmera e percebi que quando usava o ISO altíssimo, ficava com uma ideia de "pelos na foto". Extremamente estranho! Olha só: karine LENTE É a parte mais importante da câmera. O que você precisa? Quer fotografar detalhes (como eu)? Então opte por lentes mais precisas, a mais conhecida entre os fotógrafos é a lente 18-55mm. Alguns modelos de câmeras não são possíveis de agregar lentes. O blog Fotografe uma Ideia (Canon e Nikon) fez uma lista das lentes que vale a pena investir. Pra quem tá começando agora, quer ler algumas dicas? A Fran do blog Fotografe uma Ideia deu algumas dicas. ♥ post-feito-karine-clessia

You May Also Like

0 comentários