As consequências de escolher o caminho diferente

by - abril 17, 2013

equilíbrio garota

Sempre temos duas alternativas pra seguir com a vida: ou escolhemos ir atrás dos nossos desejos e sonhos ou escolhemos ir pelos outros. Das duas a mais difícil é a primeira: você deixou todas as ideias, sugestões de lado e seguiu com a sua própria escolha. E, na maioria das vezes, é raro encontrar alguém que vá te apoiar, mas, no fundo, a gente encontra.

E a primeira coisa que essas pessoas vão te dizer é que você é louco, justamente por querer algo que é impossível. Mas convenhamos que as impossibilidades só existem na cabeça das pessoas. E que, por mais que sejamos fortes, algum dia essas palavras pessimistas irão nos atingir. Que triste né? As pessoas que poderiam nos apoiar são capazes de nos deixar com um sentimento de que realmente a gente tem que mudar de ideia. E mais triste ainda: na maioria das vezes a gente acaba indo pelo que os outros estão dizendo ser a verdade.

E quanto mais o tempo vai passando, você vai andando, mesmo que devagar, atrás desses tais sonhos. E quanto mais você anda, mais parece estar cansado por não conseguir os resultados tão rápidos. Mas eu aprendi: o que é bom mesmo, demora a vir. E é aí que eu continuo caminhando. E quer que eu seja sincera? No meio do caminho a gente começa a encontrar atalhos: gente que tem o mesmo objetivo que a gente e gente que, claro, vai ajudar a gente a conseguir o que a gente quer.

E quanto mais você caminha, mais você se sente bem por saber e ter a certeza de que está fazendo a coisa certa. Eu poderia ter desistido nos primeiros passos, mas só em saber que alguém já conseguiu mais lá na frente, aí me fez repensar "por que eu também não posso?". Sem contar que, com o tempo, as pessoas começam a se acostumar com a nossa escolha. Digo isso porque tudo parecia impossível no começo. Parecia até loucura. Mas as pessoas viram que, para mim, NADA é impossível. NADA!

Existem inúmeras formas de deixar um recado pra quem lê meus textos, mas a principal: por favor, não desiste do que você ama por conta do que as pessoas dizem. Elas não sabem nada a seu respeito. E mesmo que saibam, elas não sabem nada dos seus sonhos.

post-feito-pela-karine-clessia

You May Also Like

2 comentários

  1. Awn, quase chorei lendo esse texto, acredita? É que estou passando exatamente por isso nesse momento, as suas palavras me tocaram e significaram algo para mim. Estou no ensino médio e tenho um sonho de ser jornalista, mas também faria Medicina, já que acho lindo salvar a vida das pessoas e acho bilogia interessante, mas é aquela coisa que eu sinto que não é pra mim, sabe? Quero passar o resto da minha vida fazendo algo que eu goste e que sinta prazer, que no meu caso, é escrever. Mas o salário de jornalista não é tão bom por aqui onde eu moro, e meu pai diz que me apoia em qualquer decisão que eu fizer, já com a minha mãe, é diferente. Ela se decepcionou quando eu disse que eu podia não me formar em Medicina, e isso é chato, porque o que importa é a sua vontade, mas apoio familiar lhe dá muita motivação. Então estou com essa dúvida cruel, devo seguir meu cérebro (fazer Medicina, já que dá mais dinheiro) ou meu coração (fazer Jornalismo, que é tipo um sonho)?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Manu. Você não sabe como eu fico feliz em poder ler esse seu texto depois de tanto tempo sem vê-la por aqui. Isso significa que ainda visita o blog e lê o que eu escrevo. Deixa eu te contar uma coisa: quando a gente faz algo por amor, tudo dá certo. Nossa felicidade e satisfação são muito maiores com certeza. E quanto ao rendimento... acho isso uma grande bobagem. Eu viajaria e conquistaria o mundo com os dons que me foram fornecidos. É por isso que estou aqui escrevendo para você. Porque eu já escolhi o meu caminho e decidi seguir o meu coração e os meus sonhos. E a resposta é: siga seu coração. Dinheiro é apenas consequência daquilo que faremos por amor e dedicação. E, nesse caso, escrever é a coisa mais linda do mundo. Concorda? Beijos e boa sorte na sua vida! :)

    ResponderExcluir