Capítulo 1: Um blog cheio de gravatas invertidas

by - abril 21, 2013

notebook - livro virtual - karine clessia - manual de instruções de um blog (quase) perfeito

Imagem retirada de um tumblr

CAPÍTULO 1 - Um blog cheio de gravatas invertidas

Olá, me chamo Karine Clessia, tenho 19 anos e sou blogueira desde 2009. Estou aqui escrevendo um Livro Virtual para transformar o mundo blogueiro. Desde quando comecei a blogar, percebi que a grande maioria sofre com algumas dúvidas. E sei bem como isso acaba se tornando um problema. É por isso que estou aqui: ensinando como resolver seus problemas e facilitar ainda mais a sua vida.

Bom, existem alguns detalhes bastante interessantes que eu devo deixar bem claro: o blog é um local onde eu devo colocar a minha opinião a respeito de determinado assunto e, claro, por conta disso, escreverei aquilo que fizer parte de mim. O blog é uma página onde você escreve sua história e descreve seus gostos.

Não adianta escrever algo do que não gosta: você não o fará por amor. E, claro, se não fizer por amor, não vai aguentar a dor de não conseguir visualizações rapidamente, não vai receber comentários como deseja e nem o carinho de outras pessoas. Acredite: quando fazemos algo que gostamos, tudo se torna bem mais fácil. E esses "problemas" serão vistos como aprendizado.

Nesses três anos (completa quatro no final do ano) que escrevo percebi que eu me transportei para outro mundo. Conheci pessoas que nunca imaginei que fossem se tornar tão próximas, acrescentei fantasias imaginárias, brinquei de conversar com blogueiros e até visitantes de outros blogs, fiz vídeos, divulguei blogs e tive o reconhecimento de muita gente que, por sinal, estão transformando meus dias tediosos em pura alegria e muito amor (que fique bem claro). E foi a partir daquele dia, final de 2009, que eu resolvi me abrir para o mundo.

Sabe, eu nunca contei, mas o que deu origem ao blog foi uma dor, uma vivência cheia de mentiras. Vivi um mundo que não era meu e, claro, naquele momento minha vida estava de cabeça pra baixo. Nunca contei, mas essa foi a época que me apaixonei pela internet e, óbvio, isso deu em merda nenhuma (desculpe o termo), só deu muita dor de cabeça e lágrimas de madrugada. Mas, enfim, aquela triste história se transformou em um amor verdadeiro e é isso que vou transmitir através de cada palavra que aqui escrevo. Tudo isso faz parte da minha história que eu nunca te contei, mas quando eu tiver forças pra contar, vou detalhar o que me aconteceu.

Leia mais aqui:



Mas, enquanto isso não acontece, vou dizer como eu fiz pra chegar até aqui. Foi difícil? Sim, mas não tanto quanto eu imaginei que seria. Ao invés de me tornar apenas uma pessoa querendo divulgar meu blog, eu acabei tentando ajudar as pessoas. Percebi que ajudar fazia de mim uma pessoa melhor. Com os erros dos outros acabei aprendendo e, claro, arranjando pessoas incríveis que eu reconheço que me ajudaram. Aliás, anota aí no seu caderno, agenda ou sei lá o que: dê atenção ao que as pessoas estão querendo te dizer. O que elas querem falar fará com que seu blog se torne melhor.

Pra quem não sabe: faço terceiro período de administração (Primeiro semestre de 2013). E aprendi que você ganha muito mais se você ouvir (ou ler, no caso) do que você falar (ou escrever). Mas, por favor, ao invés de ler esse conselho apenas por ler, absorva o que eu estou tentando te falar.

Ponha em prática. Já chega dessa ideia de querer ser o melhor e não acompanhar as ideias que os outros têm a por em prática. Muitas vezes uma simples palavra que alguém tenha te dito pode mudar a sua vida. E foi isso que aconteceu comigo.

Quando criei o blog, eu o deixava fechado, para que apenas uma pessoa lesse: eu. Mas lá no meio de 2010, eu conversando com uma amiga (obrigada, Taci, por conta de algumas palavras, você mudou a minha vida e fez com que eu desse um sentido pro meu futuro e minha vida) que eu confio bastante, eu acabei falando do blog e ela pediu pra ler. E foi o que eu fiz. E instantes depois ela me fez a seguinte pergunta "por que você não divulga seu blog?". E eu disse: por vergonha. E foi aí que ela deu a ideia de fazer com que eu deixasse meu blog aberto ao público. E mais uma vez segui seu conselho.

E agora estou aqui contando essa minha história e tentando te mostrar que é muito mais importante você ouvir (ou ler) do que falar (ou escrever). Ponha em prática a sua audição. Tenho certeza de que não irá se arrepender!

Este é o primeiro capítulo do meu segundo Livro Virtual. Se você deseja saber como eu cheguei até aqui, leia cada palavra e entenderá o que deve fazer também. Mas te aviso: cada pessoa tem objetivos diferentes e gostos diferentes. Eu estou aqui escrevendo uma parte do que aprendi e estou vivendo. Se mesmo depois de ler, ainda tiver alguma dúvida, deixe nos comentários, que eu complementarei nos próximos posts. :-)

post-feito-pela-karine-clessia

You May Also Like

20 comentários

  1. Amei o primeiro capítulo e estou super ansiosa para ler o segundo ^^
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  2. Em breve! ♥ Ainda essa semana.

    ResponderExcluir
  3. valeu Karine, adoro suas dicas! Estou lendo o post no trem rs

    ResponderExcluir
  4. Oi. Gostei muito do que escreveu. Saber como você começou o blog e o que te fez começar a escrever.
    Espero os próximos capítulos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Muito legal você fazer isso pra ajudar as pessoas a desenvolver melhor seus blogs! Ei, se puder, pode passar no meu blog e dizer o que acha dele pra mim? Adoraria... Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Eu irei fazer isso, Giulia :))

    ResponderExcluir
  7. Aguardando o Próximo Post :)

    ResponderExcluir
  8. Me diz: tem como não amar a Karine e seu blog?! Sempre fofa e receptiva. Amei o primeiro capitulo e ansiosa para ler o próximo *--*

    ResponderExcluir
  9. Me diz você: tem como não amar os leitores mais lindos do universo? Vocês que sempre são fofos comigo! Obrigada pelo carinho ♥♥

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Karine, gostei do seu blog, ainda bem que ele é aperto ao publico :)

    ResponderExcluir
  11. Fique a vontade e seja bem-vinda! :D

    ResponderExcluir
  12. Amando ler esse livro virtual!!!

    kiss

    www.borboletamaquiada.com

    ResponderExcluir
  13. [...] Capítulo Um: Um blog cheio de gravatas invertidas [...]

    ResponderExcluir
  14. Sabe pq eu amo seu blog? além de ser todo meiguinho.. ele nos transmite leveza e amor! adoroooooo

    ResponderExcluir