O meu corpo toma as minhas decisões

by - julho 19, 2013

guria pássaros

Pernas finas. Cabelo mais ou menos. Mãos pequenas. Me chamam como "pequenininha". Mas que droga. Lá vou eu fazer aquelas comparações entre os corpos mais gordinhos ou até mesmo magrinhos, como o meu. Não é fácil ouvir as palavras das pessoas. Não é fácil de ser conhecida por aí como a magrinha, pequena ou qualquer outro adjetivo que faça questão de diminuir meu corpo. Sei lá, mas odeio isso. Odeio mesmo.

Conversei com uma amiga ex-magra (eu acreditava não existe ex-magra até conhecer essa amiga) e ela disse que ela sentia exatamente assim: as roupas não ficavam bem nela, não conseguiam valorizar bem o corpo dela. Eu, por exemplo, sempre quis usar legging. Acho lindo quem tem o poder de fazer com que uma legging cai bem pelo simples fato de ficar bem. Que droga.

Sim, Karine, mas o que o título tem a ver com o texto? Em uma conversa com a pessoa que anda mais próxima de mim nesses últimos meses (e o que mais repara em mim também), acabou dizendo pra mim que sou uma pessoa indecisa. Sei lá de onde tenha vindo isso, mas, você acreditando ou não, meu corpo acaba influenciando nisso. O modo de vestir também.

Muitas vezes não me sinto bem com a roupa que visto. E, na maioria das vezes, é horrível encontrar roupa que fique bem no meu corpo. O que quero dizer é que meu corpo (também), infelizmente, influi na minha indecisão.

Mas deixo aqui um recado (depois de tanto ter lido sobre corpo e a insatisfação que temos com ele): não fique pensando que se você é magra, gordinha, baixa, alta ou sei lá, qualquer coisa. E homem nenhum vai deixar de gostar da gente por conta de algumas curvas ou por conta da altura. E mesmo que seja. Mesmo que a (droga) da sua mente venha te dizer coisas negativas a respeito. Para tudo há uma solução (sei lá, mas me pareceu clichê).

Se a roupa não caiu bem, procure entender mais o seu corpo. E procurar usar peças que o valorizam mais. Se alguém te criticou por ser magra demais ou baixinha, dane-se. De verdade, gente. Acho que apenas nós entendemos o que acontece aqui dentro da gente. Então não devemos dar ouvidos a essas críticas que nada nos acrescentam. Vamos seguir lindas, felizes e confiantes com o que temos, o nosso corpo.

E então, você já se sentiu mal com relação ao seu corpo? Do que você menos gosta? Do que você aprendeu a gostar? Que críticas você já recebeu? Como você lidou com isso?

leia todos os posts da karine clessia

You May Also Like

2 comentários

  1. Pensei que só eu tivesse problemas com o corpo. Há um bom tempo me "escondi" dentro de casa por causa dele, parei de usar saltos. E shorts? Nem pensar! Acho minhas pernas grandes e finas, tenho o busto pequeno e acho minha barriga enorme. As pessoas dizem que é coisa da minha cabeça, mas é assim que me sinto quando me olho no espelho. É estranho admitir isso em publico, mas sei la. rs

    ResponderExcluir
  2. Karine Clessia29 julho, 2013

    Às vezes, Aline, passo por isso também. O problema é que reparamos beleza nos outros, enquanto a gente somos feios. Isso é o que se passa na nossa mente. Mas acredito que se você começar a idealizar e pensar positivamente em relação a seu corpo, muita coisa pode mudar. Inclusive a sua auto-estima. Parei, de verdade, de reclamar de mim e comecei a me tornar uma pessoa feliz por nascer assim. Eu realmente gosto do meu corpo, mas me sinto muito melhor quando visto uma roupa que cai bem e que valoriza alguns pontos. Pensa nisso :-)

    ResponderExcluir