Quanto vale o carinho do seu ídolo?

by - novembro 28, 2013

lana fan


Quem nunca foi fã de alguma artista que atire a primeira pedra!

No último mês nós ouvimos - e muito! - falarem sobre a passagem do Justin Bieber no Brasil e como os fãs foram tratados no Mett & Great do cantor. Consequentemente rolaram várias e várias matérias sobre isso pela internet e outros meios de comunicação a fora, e uma dessas matérias é a do vestiario.org. E eu me senti na obrigação de compartilhar com vocês ela, porque eu sei que muitos de vocês também são fãs e muitas vezes não pensam duas vezes em pedir para os pais/comprar para ir em um M&G ou para um show. Além disso, tratar de música aqui no blog não é só para mostrar artistas novas, mas também para mostrar matérias como esta.

"QUANTO VALE O CARINHO DO SEU ÍDOLO?



Por Yhuri Nukui em vestiario.org


É frustrante que um fã tenha que pagar pra conhecer seu ídolo. Pagar por um carinho. Pagar para conseguir falar uma palavra de amor. Às vezes, nem isso. De alguns anos pra cá, o “Meet and Greet” tornou-se uma febre entre os artistas. Foi a forma encontrada por eles de ganhar uma grana extra – como se os shows já não rendessem dinheiro suficiente – e poderem se aproximar mais dos fãs. Tudo bem, se o valor cobrado não fosse completamente abusivo.

Nas últimas semanas não se falou em outra coisa, senão no astro Justin Bieber, que se apresentou em São Paulo e Rio de Janeiro com a “Believe Tour”. Dentre as incontáveis polêmicas em que se envolveu em terras brasileiras, está um vídeo do M&G, onde houveram diversos relatos da falta de atenção do rapaz, as fãs são praticamente jogadas pelos seguranças depois de posarem para uma foto com Bieber. E as tais meninas pagaram – pasmem – quase três mil reais.

lanabr


Em contrapartida à atribulada vinda de Justin ao país, Lana Del Rey não poderia ter sido mais amável. Com shows em São Paulo, dentro do Festival Planeta Terra, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, a americana parava por diversos momentos – e longos minutos – para cumprimentar, distribuir selinhos, abraços e amor entre os fãs que gritavam de forma desesperadora pela atenção da moça. Sem cobrar um centavo a mais do que estava no ingresso.

O que se vê é a necessidade cada vez mais crescente dos fãs se sentirem mais íntimos do ídolo. Custe o que custar. E o encontro com ele pode ser aquele momento único, uma sensação que só quem é fã de alguém pode entender. Mas será que vale mesmo a pena gastar esse dinheiro todo pra serem tratados como as fãs de Justin Bieber?

Não sou adepto do M&G e jamais pagaria por um encontro com meu ídolo. Acho uma hipocrisia que cobrem para “dar carinho” aos seus seguidores. Há inúmeros meios diferentes de se manter perto de seus fãs, sem precisar de dinheiro. Alguns artistas promovem concursos em suas redes sociais, outros simplesmente escolhem alguns no momento do show.

lady gaga fans


Lady Gaga, por exemplo, na época da “Born This Way Ball Tour” criou a chamada Monster Pit, um setor que não era comercializado e era destinado àqueles que haviam chegado mais cedo na fila e estivessem melhores caracterizados. Há muitos relatos de fãs que a encontraram sem que fosse cobrado um centavo. E era um verdadeiro encontro. Ela se sentava com eles, contava novidades da produção do novo disco e era incrivelmente receptiva. Isso sim é uma forma de reconhecer a importância de um fã e, de uma certa forma, agradecê-lo pelo carinho.

Nenhum artista sobrevive sem fãs. São eles que fazem campanhas de votação para premiações do mais alto escalão, que cansam de assistir a um mesmo vídeo pra que ele bata recordes de visualizações ou que compram, presenteiam amigos para que o disco estreie no primeiro lugar das paradas de sucesso.

Infelizmente, esse método já é uma tendência e não sairá do mercado fonográfico tão cedo. Na época da vinda de Britney Spears ao Brasil, os ingressos de M&G – que custavam 1.950 reais – se esgotaram em menos de dez minutos. Entretanto, a musa dava a oportunidade dos fãs participarem do show, gratuitamente, em “Lace And Leather”, música que ela dançava especialmente para um fã, e em “I Wanna Go”.

Num mundo cada vez mais capitalista, é muito frustrante que um fã tenha que pagar pra conhecer seu ídolo. Pagar por um carinho. Pagar para ter a oportunidade de falar uma palavra acolhedora para a pessoa que você dedicou parte de seu tempo apenas por amor. Às vezes , nem isso, já que há fãs sendo tratados como verdadeiros animais.

Tudo o que posso pedir nesse momento é: um mundo com mais artistas humildes e encantadores como Lana Del Rey.

Lana Del Rey é um ótimo exemplo de artista humilde e que valoriza os seus fãs, e sempre os atende com um sorriso enorme do rosto. Eu tenho MUITO orgulho de dizer que sou fã da Lana, uma mulher incrível que todos deveriam conhecer!

Imagens via.

Vocês têm coragem de pagar um valor tão caro para serem tratadas como as fãs do Justin? Acham que vale a pena pagar para ter um pequeno momento com o seu ídolo? Já pagaram por um M&G? Comentem!

leia todos os posts da karine monteiro

You May Also Like

0 comentários