Morar longe de família é

by - dezembro 11, 2013

saudade - mapa2

Passar as festas de aniversários longe da família. Não participar de nenhum evento familiar, a não ser entre pais ou irmãos. É não saber como os primos estão crescendo. É não saber como eles são hoje em dia, se estão com os mesmos hábitos ou se já amadureceram e mudaram. É não saber quando um parente seu está durante mal. É morar longe e com o coração partido.

É perder exatamente todos os sorrisos enquanto estão tão distantes.

Pra vocês talvez não seja importante, mas desde quando fui embora do meu lugarzinho, eu sempre quis voltar pra lá, mesmo sabendo que a violência é grande, que as universidades lá são bem mais caras e por aí vai. E que até sair na rua é muito mais que sinônimo de medo. Tensão. E outras coisas ruins. Mas que seja, foi lá que eu nasci e cresci até os cinco de idade.

Confesso que sofro por morar longe da família. É importante pra mim ouvir a voz da bonequinha que completa 3 anos ou da maiorzinha que já tem 8, mas que me liga às 23 horas só pra me dizer "oi". Sou muito sensível, sabe? Pra não dizer que sou chorona, a cada fim de férias que eu me despeço, caem muitas lágrimas. E isso desde o dia que eu fui embora. É sempre a mesma coisa.

Enquanto escrevo, minha irmã deve estar lá se divertindo com as primas e o namorado. Pra constar: meu namorado mora exatamente a milhares de km longe de mim e estou em casa. Provavelmente daqui a pouco estarei no estágio.

Não muito tarde, ainda hei de realizar meu sonho de voltar.

Enquanto a maioria de vocês tem o sonho de viajar e morar nos EUA, Europa ou Canadá. Eu só quero voltar.

You May Also Like

4 comentários

  1. Morar longe da família é triste, é ruim, dói... Principalmente nos momentos felizes, principalmente nos difíceis. O que nos conforta, é saber que eles sempre serão o nosso maior porto seguro :)

    ResponderExcluir
  2. Karine Clessia11 dezembro, 2013

    Verdade, Mari :(

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo ): eu mudei por motivos de estudos, e por eles não consigo nem comparecer em datas importantes como alguns aniversários, reuniões de família e etc. Como meus pais são separados, acho que faz um ano que não vejo o meu pai também, pq fica complicado em um fim de semana conciliar visita aos dois e os dois estarem na cidade.
    Mas é bom ouvir pelo menos as vozes no telefone e saber que se importam contigo o mesmo tanto que você com eles, <3

    ResponderExcluir
  4. Karine Clessia12 dezembro, 2013

    :( Mas com fé em Deus a gente volta pra eles. ♥ E mata a saudade, claro. Porque isso tudo não cabe só no peito. Acabou transbordando em palavras. :) boa sorte na sua vida, Lari!

    ResponderExcluir