O medo tenta me dominar, mas...

by - junho 26, 2014

camisa estampada (10)

Madrugada. Sempre tem algum sentimento que quer me abraçar. O medo é um deles. Duas pessoas terminaram o relacionamento hoje e isso me dá medo sempre. Por mais que algo dê errado num namoro, a resistência não foi tanta assim. Simplesmente acabou porque tinha que acabar. E eu sempre temo.

Provavelmente mudarei de faculdade próximo semestre. Fico agoniada passar 4 anos no mesmo lugar. Já estou tão acostumada a mudar que se passar desse tempo, já começo a agoniar. Desde quando nasci, mudo de vez em quando. Já devo ter mudado umas 5 vezes só de cidade. E de escola, faculdade, trabalho... por aí vai. Mas sempre fico ansiosa, com medo do novo. Não vou mentir. Parece sempre ser a primeira vez.

Eu realmente não quero dizer nada. Não quero o fim de nada. Quero o começo todo dia. O recomeço de te amar. De acordar de manhã, abrir os olhos e saber que está do meu lado. Eu amo quando você briga comigo, porque você se interessa. Eu amo sempre quando você quer apenas ser meu. Porque é assim. Me faz sorrir. Sem nenhuma pretensão. A não ser me amar...

Esse texto foi feito numa madrugada do dia 8 de Junho. De vez em quando gosto de pensar sobre o que sou e o que estou me tornando.

Ahh, estou preparando novos vídeos pra vocês. Tá dando muuuuuito trabalho, mas prometo compartilhar um pouco mais de mim. Espero que vocês gostem :) (To fazendo um vídeo tão longo hoje, provavelmente serão dois!! Um pra amanhã e outro pra Sábado) :)

Onde me encontrar:



leia todos de karine clessia

You May Also Like

10 comentários

  1. Káh, tao ruim quando o medo nos tira o sono...
    Mas não fique triste por esse medo pois ele só atormenta e não vale a pena :)

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o texto. Eu também tenho muuito medo. Minha mãe se casou há 8 meses e se mudou para outra cidade (que nem fica tão longe da minha, são só 15 minutos indo de carro), claro que eu viria morar com ela o que seria muito difícil pra mim, pois moro na mesma casa desde que nasci. Teria que mudar de escola, outro passo difícil, já que estou na mesma escola há 4 anos e com a mesma turma há 7 anos! Como estou na 8ª série, minha mãe deixou que eu ficasse com a minha avó mais esse ano, para terminar o colégio. Mas já estão acontecendo muitas mudanças, ano que vem terei que mudar de escola, vou começar a trabalhar, provavelmente mudarei de cidade e terei que morar aqui com a minha mãe (não gosto daqui), tudo isso está mexendo muito comigo, e o medo das mudanças é enorme.

    ResponderExcluir
  3. Karine Clessia26 junho, 2014

    Ai, peço que o medo não te afronte. Eu acho mudança algo necessário pro crescimento e amadurecimento. Já conheci e convivi com pessoas tão diferentes. Eu acho isso o máximo. MAS já que você não está tão acostumada, não permita que isso te atormente. :)

    ResponderExcluir
  4. Karine Clessia26 junho, 2014

    Obrigada, Camila, pelo apoio de sempre :D

    ResponderExcluir
  5. Você escreveu simplesmente tudo o que eu temo. Principalmente o término do relacionamento... Ele também briga comigo por se interessar e conversa muito sobre o meu temor, já que ele é mais leve com esse assunto. Você escreve muito bem mesmo! Continue assim... :_)
    Beijinho!
    lettersandcreativity.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Quando eu fico nas madrugadas, sem sono. Eu começo a pensar que as madrugadas não foram feitas pra dormir, e sim pra pensar... uma coisa é você pensar no meio de uma aula chata, outra é no meio da noite, debaixo das estrelas, é uma coisa diferente...
    Eu tinha um medo muito comum :: escuro. Só, que eu não sei como, eu superei. Acho que agora não sou uma pessoa que tem o medo definido, é claro, que me violentem e coisas do tipo, eu tenho. Mas quem não tem? Enfim, eu adorei o texto, é um texto diferente de todos que eu já li em blogs.

    ResponderExcluir
  7. Karine Clessia26 junho, 2014

    Obrigada!!! Eu de vez em quando tenho medo do escuro ainda ;( Acho que é por causa do barulho!

    ResponderExcluir
  8. Karine Clessia26 junho, 2014

    Que bom que você gostou. Quando você conhece alguém que te transborda, você sente medo de perder essa pessoa. É natural que isso aconteça. Mas não dá pra evitar que o medo ocorra :)

    ResponderExcluir
  9. Mudanças são sempre um pouco assustadoras... e emocionantes! Adorei seu blog, tão lindo! <3

    ResponderExcluir
  10. Karine Clessia27 junho, 2014

    Obrigada, Camila :)

    ResponderExcluir